segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

La bella Mendoza (primero día)

Depois de três cafés, um pão de queijo, um kitkat, uma dose de Intermitências da Morte, uma "jacuzada" com o horário de verão, uma missão impossível: P.A.S.S.A.P.O.E.R.T.E,  um alfajor e chuva no deserto, achei que essas 19hs de viagem em turbulência era o máximo do meu dia.
Mas aí...

Logo que saí do aeroporto dei de cara com o pôr-do-sol nos Andes!
Simples assim.
Aí não teve jeito, tive certeza que tudo valeu muito a pena, só pelo tamanho daquela montanha!
E junto com as mineirinhas o que veio? Chuva, é claro! Sim, até quando eu me escondo no deserto, ela me encontra...mas não tenho do que reclamar, ela veio em boa hora pra refrescar os 35 graus de Mendoza!
Daí, finalizei com chave de ouro.
Vi uma peça de rua na enorme praça em frente ao meu hotel, linda! (não a peça, infelizmente), comi um alfajor cachafaz da loja da esquina e mais tarde terminei com um bife de Chorizo e muito vinho (Doña Paula, em homenagem a minha colega de viagem!).
E tudo isso só em um quarteirão...
De todos modos, la bella Mendoza!



Ahora si, me gusta.

Meu quintal aqui do hotel


Nenhum comentário:

Postar um comentário